La función y la acción del tutor en forum de discusión: la palabra al tutor

Autores/as

  • Rute Bicalho Universidade de Brasília
  • Grazielle Barbado Universidade de Brasília
  • María Cláudia Santos Lopes de Oliveira Universidade de Brasília

DOI:

https://doi.org/10.5944/ried.1.14.805

Palabras clave:

Educação a distância, Universidade Aberta do Brasil, Tutoria.

Resumen

Apesar do crescimento da educação a distância (EaD) no âmbito do ensino superior no Brasil, faltam pesquisas empíricas sobre o papel da tutoria nos processos de construção do conhecimento. Este trabalho busca compreender os sentidos construídos por três tutoras, da Universidade Aberta do Brasil (UAB), sobre suas funções. Seguindo a metodologia qualitativa de análise da produção de sentidos, foram realizadas observações e entrevistas semi-estruturadas a fim de investigar a compreensão dessas tutoras sobre seu papel na construção coletiva do conhecimento em EaD. Cinco categorias geradoras de sentido emergiram daí, duas das quais são apresentadas neste trabalho: (1) a função do tutor no processo de construção de conhecimento; e (2) a mediação pedagógica do tutor em fóruns de discussão. Os resultados indicam a necessidade de maior coerência entre os sentidos construídos e as práticas empreendidas pelas tutoras nos fóruns de discussão em convergência com as perspectivas pedagógicas da UAB.

Descargas

Los datos de descargas todavía no están disponibles.

Citas

Almenara, J. C.; Cejudo, M. C. L. (2007). La interacción en el aprendizaje en red: uso de herramientas, elementos de análisis y posibilidades educativas. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia - RIED, 12(2), (97-123). [en línea] Disponible en: http://www.utpl. edu.ec/ried/images/pdfs/volumendiez/ la-interaccion.pdf (consulta 2009, 20 de octubre).

Alves, J. R. M. (2001). Educação a distância e as novas tecnologias de informação e aprendizagem. [en línea] Disponible en: http://www.engenheiro2001.org. br/programas/980201a1.htm (consulta 2009, 20 de octubre).

Amhag, L.; Jakobsson, A. (2007). The role of the potencial of meaning in asychronous dialogues in a collective process of collaboration. EADTU’s Anniversary Conference.

Barros, D. N.; Reis, V. L. (2009). A função tutorial na formação continuada docente. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia – RIED, 12(1), (37-62). [en línea] Disponible en: http://www.utpl.edu.ec/ried/images/ pdfs/Volumen12N1/afundacao-tuturial. pdf (consulta 2009, 20 de octubre).

Batista, E. M.; Gobara, S. T. (2008). O fórum on-line e a interação em um curso à distância. [en línea] Disponible en: http://www.cinted.ufrgs.br/renote/ jul2007/artigos/8cErlinda.pdf (consulta 2009, 6 de agosto).

Batista, E. M. (2006). O papel do fórum online em um curso em um curso de pósgraduação lato senso a distância: um estudo de caso. Dissertação de Mestrado. Campo Grande: Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.

Belloni, M. L. (2008). Educação a distância. Campinas: Autores Associados.

Beuchot, A.; Bullen, M. (2005). Interaction and interpersonality in online discussion foruns. Distance Education, 26(1), (67- 87).

Botelho, F. V. U. (2006). Avaliação da efetividade de cursos a distância e os processos interativos em ambientes virtuais de aprendizagem. Tese de Doutorado. Porto Alegre: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Branco, A. U.; Valsiner, J. (1997). Changing methodologies: a co-constructivist study of goal orientations in social interactions. Psychology and developing societies, 9(1), (35-64).

Brasil (2005). Decreto n. 5.622, de 19 de dezembro de 2005, regulamenta o Art. 80 da Lei 9394/96. [en línea] Disponible en: http://www.uab.capes.gov.br (consulta 2009, 19 de enero).

Brasil (2007). Referências de qualidade para educação superior a distância. Ministério da Educação. Secretaria de Educação a Distância. [en línea] Disponible en: http://portal.mec.gov.br/ seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1. pdf (consulta 2009, 20 de mayo).

Brasil (2009a). Manual do Tutor. [en línea] Disponible en: http://www. admeadnorte.universidadevirtual.br/ mod/resource/view.php (consulta 2009, 12 de agosto).

Brasil (2009b). Sobre a UAB. [en línea] Disponible en: http://uab.capes.gov.br/ index.php?option=com_content&view =article&id=60&Itemid=60 (consulta 2009, 12 de agosto). Dennen, V. P.; Wieland, K. (2007). From interaction to intersubjectivity: facilitating online group discourse processes. Distance Education, 28(3), (281-297).

Dennen, V. P. (2005). From message posting to learning dialogues: factores affecting learner participation in asynchronous discussion. Distance Education 26(1), (127-148).

Denzin, N. K.; Lincoln, Y. S. (2006). O Planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. Porto Alegre: Artmed.

Du, J.; Havard, B.; Li, H. (2005). Dynamic online discussion: taskoriented interaction for deep learning. Educacional Media Internacional, 42(3), (207-218).

Garrison, D. R.; Clevelando-Innes, M. (2005). Facilitating cognitive presence in online learning: interaction is not enough. The American Journal of Distance Education, 19(3), (133-148).

Gomes, L. F. (2009). Ensino a distância e presencial: igualdade no desempenho dos alunos. Folha Dirigida Educação a Distância. [en línea] Disponible en: http://ead.folhadirigida.com.br/?p=331 (consulta 2009, 13 de noviembre).

González, M. (2008). A arte da sedução pedagógica na tutoria em educação a distancia. Artigonal. [en línea] Disponible en: http://www.artigonal. com/educacao-online-artigos/a-arteda-seducao-pedagogica-na-tutoriaem-educacao-a-distancia-348606.html (consulta 2009, 13 de noviembre).

González Rey, F. L. (2005). Pesquisa qualitativa e subjetividade. São Paulo: Thomson.

Losso, A. R. S. (2002). Reflexões sobre a Educação a Distância – o papel do professor tutor na perspectiva da mediação pedagógica. Revista Linhas, 3(2).

Machado, L. D.; Machado, E. C. (2004). O papel da tutoria em ambientes de EaD. [en línea] Disponible en: http:// www.abed.org.br/congresso2004/por/ htm/022-TC-A2.htm (consulta 2009, 6 de agosto).

Moore, M.; Kearsley, G. (2008). Educação a distância: uma visão integrada. São Paulo: Thomson Learning.

Pontecorvo, C.; Ajello, A. M.; Zucchermaglio, C. (2005). Discutindo se aprende: interação social, conhecimento e escola. Porto Alegre: Artmed.

Pretti, O. (2000). Educação a Distância: construindo significados. Brasília: Plano.

Ramos, W. M.; Medeiros, L. (2009). A Universidade Aberta do Brasil: desafios da construção do ensino e aprendizagem em ambientes virtuais. Em: De Souza, A. M.; Fiorentini, L. M. R.; Rodrigues. M. A. M. (Orgs.), Educação Superior a Distância: Comunidade de Trabalho e Aprendizagem em Rede (CTAR). (37- 63). Brasília: Universidade de Brasília, Faculdade de Educação.

Souza, C. A.; Oliveira, J. C.; Cassol, M. P. (2005). Tutoria como ‘instrumento’ para educação a distância. Universidade do Vale do Itajaí. Material não-publicado.

Spink, M. J. P.; Gimenes, M. G. G. (1994). Práticas discursivas e produção de sentido: apontamentos metodológicos para a análise de discursos sobre a saúde e a doença. Saúde e Sociedade, 3(2), (149-171).

Spink, M. J.; Medrado, B. (1999). Produção de sentido no cotidiano: Uma abordagem teórico-metodológica para análise das práticas discursivas. Em: Spink, M. J. P. (Org.). Práticas discursivas e produção de sentidos no Cotidiano ( 41-61). São Paulo: Cortez.

Spink, M. J. (2004). Linguagem e produção de sentidos no cotidiano: Debates Contemporâneos em Psicologia Social. Porto Alegre: Editora da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Spink, M. J. (2007). Pesquisando no cotidiano: recuperando memórias de pesquisa em Psicologia Social. Psicologia e Sociedade, 19(1), (7-14). Spink, P. (2008). O pesquisador conversador no cotidiano. Psicologia e Sociedade, 20, n. Esp., (70-77).

Valente, C.; Mattar, J. (2007). Second life e web 2.0 na educação. São Paulo: Novatec.

Vilela, F. M.; Pennino, G. C.; Maia, M. C. (2005). Interação e o processo de aprendizagem compartilhado e colaborativo num fórum de discussão. [en línea] Disponible en: http://www. abed.org.br/congresso2005/por/ pdf/050tcc5.pdf (consulta 2009, 8 de agosto).

Vygotsky, L. S. (2007). A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. Em: Neto, J. C.; Barreto, L. S. M.; Afeche, S. C. Trads. 7a . ed. São Paulo: Martins Fontes. Obra original publicada em 1978.

Yokoy de Souza, T.; Branco, A. U.; Lopes de Oliveira, M. C. S. (2008). Pesquisa qualitativa e desenvolvimento humano: aspectos históricos e tendências atuais. Fractal: Revista de Psicologia, 20 (2), (357-376).

Zuin, A. A. S. (2006). Educação a distância ou educação distante? O Programa Universidade Aberta do Brasil, o tutor e o professor virtual. Educação & Sociedade, 27 (96), (935-954).

Cómo citar

Bicalho, R., Barbado, G., & Santos Lopes de Oliveira, M. C. (2011). La función y la acción del tutor en forum de discusión: la palabra al tutor. RIED-Revista Iberoamericana De Educación a Distancia, 14(1), 113–135. https://doi.org/10.5944/ried.1.14.805

Número

Sección

Estudios e investigaciones