[1]
E. Schlemmer, «Games e Gamificação: uma alternativa aos modelos de EaD», RIED, vol. 19, n.º 2, pp. 107–124, jul. 2016.