Preditores da autoavaliação da Saúde Geral em docentes de Educação a Distância

Daniele Kruel Goebel, Mary Sandra Carlotto

Resumen


A percepção de saúde abrange tanto questões físicas quanto emocionais, além de aspectos do bem-estar e da satisfação com a própria vida, assim como o seu nível está associado à adoção de comportamentos de saúde. Este artigo tem como objetivo avaliar o poder preditivo dos estressores ocupacionais e psicossociais para a autoavaliação da saúde geral em docentes de EaD e verificar se existe diferença na predição entre professores e tutores. A amostra do tipo não probabilística constituiu-se de 158 professores e 152 tutores de Educação a distância. Foi utilizado um questionário para obter dados sobre autoavaliação em saúde geral, avaliação de estressores ocupacionais e uma escala de avaliação de Estressores Psicossociais no Contexto Laboral. Os resultados, obtidos por meio da análise de regressão linear múltipla, indicaram como variáveis preditoras, nos professores, a carga horária de trabalho, forma como o trabalho é organizado e pressão do grau de responsabilidade e, nos tutores, conciliar trabalho-família, sobrecarga de papéis e relação com o superior imediato. Os resultados indicam especificidades nas variáveis explicativas no que tange à autoavaliação de tutores e professores.


Palabras clave


saúde geral; estressores ocupacionais; professores; tutores; EaD; saúde do trabalhador.

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Referencias


Abellán, B. G., Hidalgo,L. T. J., Sotos, R. J., López, T. L., Jiménez, V. C. (2016). Alimentación saludable y autopercepción de salud. Aten Primaria, 48(8), 535-542. doi: https://doi.org/10.1016/j.aprim.2015.12.001

Abreu, M., Coelho, M. D., & Ribeiro, S. J. (2016). Percepção de professores universitários sobre as repercussões do seu trabalho na própria saúde. Revista Brasileira De Pós-Graduação, 13(31), 465-486. doi: https://dx.doi.org/10.21713/2358-2332.2016.v13.1155

Alves, S. M. (2014). A ativid@de de tutores na educação a distância: um olhar ergológico para o prescrito e o vivido nos ambientes virtuais de aprendizagem. Letras de Hoje, 49(3), 336-344. doi: https://dx.doi.org/10.15448/1984-7726.2014.3.15870

Barros, M. V. G. de, & Nahas, M. V. (2001). Comportamentos de risco, auto-avaliação do nível de saúde e percepção de estresse entre trabalhadores da indústria. Revista de Saúde Pública, 35(6), 554-563. doi:https://dx.doi.org/10.1590/s0034-89102001000600009

Bryant, J., Bonevski, B., Paul, C. L., & Lecathelinais, C. L. (2013). A cross‐sectional survey of health risk behaviour clusters among a sample of socially disadvantaged Australian welfare recipients. Aust N Z J Public Health, 37, 118-123. doi: https://doi.org/10.1111/1753-6405.12028

Carlotto, M. S., & Palazzo, L. S. (2006). Síndrome de burnout e fatores associados: um estudo epidemiológico com professores. Cadernos de Saúde Pública, 22(5), 1017-1026. doi: https://dx.doi.org/10.1590/s0102-311x2006000500014

Chagas, D. (2015). Riscos psicossociais no trabalho: causas e consequências. Revista Infad de Psicologia, 2(1), 439-446. doi: https://dx.doi.org/10.17060/ijodaep.2015.n1.v2.24

DeSalvo, K. B., Bloser, N., Reynolds, K., He, J., & Muntner, P. (2006). Mortality prediction with a single general self- rated health question: a meta-analysis. Journal of general internal medicine,21(3), 267-275. doi: https://dx.doi.org/10.1111/j.1525-1497.2005.00291.x

Durán, R., Estay-Niculcar, C., & Álvarez, H. (2015). Adopción de buenas prácticas en la educación virtual en la educación superior. Elsevier/ Aula Abierta, 43, 77–86. doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.aula.2015.01.001 0210-2773

Ferreira, M. C., Milfont, T. L., Silva, A. P. C., Fernandes, H. A., Almeida, S. P., & Mendonça, H. (2015). Escala para avaliação de estressores psicossociais no contexto laboral: construção e evidências de validade. Psicologia: Reflexão e Crítica, 28(2), 340-349. doi: https://dx.doi.org/10.1590/1678-7153.201528214

Field, A. (2009). Descobrindo a estatistica usando o SPSS-2. Bookman Editora.

Filha, M. M. T., Costa, M. A. S., & Guilam, M. C. R. (2013). Occupational stress and self-rated health among nurses. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 21(2), 475-483. doi:https://dx.doi.org/10.1590/s0104-11692013000200002

Filho, G. F. A., Amaral, L. H., & Schimiguel, J. (2015). A importância do professor na educação a distância. Revista Atlante. Disponível em: http://www.eumed.net/rev/atlante/04/educacion-distancia.html

Freitas, M. T. M., & Franco, A. P. (2014). Os desafios de formar-se professor formador e autor na educação a distância. Educar em Revista, 4, 149-172. doi:https://dx.doi.org/10.1590/0104-4060.38658

Ganster, D. C., & Rosen, C. C. (2013). Work stress and employee health: a multidisciplinary review. Journal of Management, 39(5), 1085-1122. doi: https://dx.doi.org/10.1177/0149206313475815

Guimarães, B. V. (2015). Tutoria em educação a distância: papéis, formações e percepções. Dissertação de Mestrado, Unirio, Duque de Caxias, RJ, Brasil.

Hackmayer, M. B., & Bohadana, E. (2014). Professor ou tutor: uma linha tênue na docência em ead. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia,17(2), 223-240. doi: https://dx.doi.org/10.5944/ried.17.2.12685

Johansson, S., & Sundquist, J. (1999). Change in lifestyle factors and their influence on health status and all-cause mortality. International Journal Epidemiol, 28(6), 1073-1080. doi: https://dx,doi.org/10.1093/ije/28.6.1073

Leão, F. D. L. P. (2014). Relações saúde, trabalho e resiliência do Docente - tutor na Educação a Distância. Dissertação de Mestrado, Universidade de Taubaté, Taubaté, São Paulo, SP, Brasil.

Leite, T. C. (2015). Docência compartilhada e o potencial da formação continuada: rotas possíveis nas viagens pelas práticas docentes na ead. Dissertação de Mestrado,Universidade do Vale do Rio dos Sinos- Unisinos, São Leopoldo, RS, Brasil.

Li, F., Chen, J., Yu, L., Jing, Y., Jiang, P., Fu, X., Wu, S., Sun, X., Luo, R., Kwan, H., Zhao, X., & Liu, Y. (2016). The role of stress management in the relationship between purpose in life and self-rated health in teachers: a mediation analysis. International Journal of Environmental Research and Public Health, 13(7), 1-9. doi: https://dx.doi.org/10.3390/ijerph13070719

Luz, M. A. M., & Neto, J. L. F. (2016). Processos de trabalho e de subjetivação de professores universitários de cursos de educação à distância. Psicologia Escolar e Educacional, 20(2), 265-274. doi:https://dx.doi.org/10.1590/2175-353920150202962

MEC/SEED – Ministério da Educação / Secretaria de Educação a Distância. Referenciais de qualidade para a educação superior a distância. Brasília, 2007. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/dec_5622.pdf

Milner, A., Witt, K., Spittal, M. J., Bismark, M., Graham, M., & La Montagne, A. D. (2017). The relationship between working conditions and self-rated health among medical doctors: evidence from seven waves of the Medicine In Australia Balancing Employment and Life (Mabel) survey. BMC Health Services Research, 17(1), 1-10. doi: https://dx.doi.org/10.1186/s12913-017-2554-z

Nahón, E. A. (2017). Aportaciones al proceso horizontal de transversalización de la Educación a Distancia en las instituciones de educación superior. Revista de la Educación Superior 46(182), 57–69. http://dx.doi.org/10.1016/j.resu.2017.02.003

Neri, M. C. (2012). De Volta ao País do Futuro: Crise Européia, Projeções e a Nova Classe Média. Rio de Janeiro: FGV/CPS.

Organização Internacional do Trabalho. (1984). A condição dos professores: recomendação Internacional de 1966, um instrumento para a melhoria da condição dos professores. Genebra: OIT/ Unesco

Pavão, A. L. B., Werneck, G. L., & Campos, M. R. (2013). Autoavaliação do estado de saúde e a associação com fatores sociodemográficos, hábitos de vida e morbidade na população: um inquérito nacional. Cadernos De Saúde Pública, 29(4), 723-734. doi: https://dx.doi.org/10.1590/s0102-311x2013000400010

Pérez, J. P. (2017). Salud ocupacional y psicología:¿ Quo vadis?. Revista Cubana de

Salud y Trabajo, 18(1), 67-73. Disponível em: http://www.bvs.sld.cu/revistas/rst/vol18_1_17/rst09117.htm

Peres, M. A., Masiero, A. V., Longo, G. Z., Rocha, G. C., Matos, I. B., Najnie, K., Oliveira, C. M., Arruda, M. P., & Peres, K. G. (2010). Auto-avaliação da saúde em adultos no Sul do Brasil. Revista de Saúde Pública, 44(5), 901-911. doi: https://dx.doi.org/10.1590/s0034-89102010000500016

Petarli, G. B., Salaroli, L. B., Bissoli, N. S., & Zandonade, E. (2015). Autoavaliação do estado de saúde e fatores associados: um estudo em trabalhadores bancários. Cadernos de Saúde Pública, 31(4), 787-799. doi: https://dx.doi.org/10.1590/0102-311x00083114

Prass, P. B. B., & Oliveira, W. S. (2015). A interface da autoavaliação em saúde dos professores e seu preparo para abordagem do tema na escola. Revista Brasileira de Ciências da Saúde, 19(2), 45-52. doi: https://dx.doi.org/10.4034/rbcs.2015.19.s2.07

Raffo, D. M., Brinthaupt, T. M., Gardner, J. G., & Fisher, L. S. (2015). Balancing online teaching activities: strategies for optimizing efficiency and effectiveness. Online Journal of Distance Learning Administration,18(1). Disponível em: http://www.westga.edu/~distance/ojdla/spring181/raffo_brinthaupt_gardner_fisher181.html

Segovia, J., Bartlett, R. F., & Edwards, A. C. (1989). The association between self-assessed health status and individual health practices. Canadian Journal of Public Health,80(1), 32-37. Disponível em: http://europepmc.org/abstract/med/2702542

Silva, A. K. L., Falcão, J. T. R., Torres, C. C., & Caraballo, G. P. (2017). Os impedimentos da atividade de trabalho do professor na EAD. Psicologia: Ciência E Profissão, 37(3), 683-696. doi: https://dx.doi.org/10.1590/1982-3703004162015

Silveira, R. A. M., Souza, M. M. P., & Silva, W. V. K. M. (2014). O papel do tutor como mediador da aprendizagem na educação a distância. Disponível em: http://www.abed.org.br/hotsite/20-ciaed/pt/anais/pdf/192.pdf

Szwarcwald, C. L., Souza-Júnior, P. R. B., Esteves, M. A. P., Damacena, G.

N., & Viacava, F. (2005). Socio-demographic determinants of self-rated health in Brazil. Cadernos de Saúde Pública, 21(Suppl.1), 54-64. doi: https://dx.doi.org/10.1590/s0102-311x2005000700007

Taylor, K., Green, N., & MPhil. (2015). Psychosocial risk factors: what are they and why are they important? Otago: Wellnomics. Disponível em: http://www.workpace.com/assets/Uploads/WhitePapers/WellnomicsWhitepaperPsychosocial-risk-factors-What-are-they-and-why-are-they-important.pdf

Wingo, N. P., Ivankova, N. V., & Moss, J. A. (2017). Faculty Perceptions about Teaching Online: Exploring the Literature Using the Technology Acceptance Model as an Organizing Framework. Online Learning, 21(1), 15-35. doi: http://dx.doi.org/10.24059/olj.v21i1.761

World Health Organization (2014). Constitution of the World Health Organization. Basic Documents. Genebra: WHO. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/151605/1/9789241650489_eng.pdf




DOI: https://doi.org/10.5944/ried.22.1.21885

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




RIED. Revista Iboeroamericana de Educación a Distancia
(La Revista Iberoamericana de la Educación Digital)
Director/Editor : Lorenzo García Aretio
UNED, Facultad de Educación
C/ Juan del Rosal, 14
28040 Madrid (Spain).
ried@edu.uned.es
ISSN :1138-2783
E-ISSN : 1390-3306
Depósito Legal : M- 36.279 -1997
Edita: Asociación Iberoamericana de Educación Superior a Distancia (AIESAD).
 Madrid (España).

Reconocimiento NoComercial (by-nc): Se permite la generación de obras derivadas siempre que no se haga un uso comercial. Tampoco se puede utilizar la obra original con finalidades comerciales.
SÍGUENOS EN:

https://2.bp.blogspot.com/-wtzwURZeg6I/V_y8vM5DmdI/AAAAAAABKKQ/y_fW6U2dW3cOLG6z-tUwJ9u1Pwt9ltXHACLcB/s320/blogger_b_logo.jpg https://4.bp.blogspot.com/-Q3lAzaCezXA/V_TZ0BTuIkI/AAAAAAABKF4/wP8QRQVCPiQnk0sE7nEDnZHY5F03AOjbgCLcB/s200/twitrer_120%2B%25281%2529.jpg https://4.bp.blogspot.com/-4So1RLxqN7Q/VHMWABdXX9I/AAAAAAAAb4E/mV00Ac5Gm-Q/s1600/fb_icon_325x325.png https://1.bp.blogspot.com/-S7ecZmnt3os/Vzmf77J7EfI/AAAAAAABEYc/g3MJ_0z_noUtAiLS7MRRHXgzOkGbZbfUACLcB/s200/scholar_logo_lg_2011.gif

Colaboran con RIED:

https://2.bp.blogspot.com/-VKcDNIR3Sqk/V_aPanb6P0I/AAAAAAABKIA/XSdUeendX2wJ_afKOCIIkxkZjW0ZnT0vACLcB/s320/logoCUED.jpg       https://3.bp.blogspot.com/-wxw5W-VCRGA/WAnp69yeyuI/AAAAAAABKgo/LHi490KturcyZQE7KnlK2ZT9taWEUXkgQCLcB/s320/logo-AM2.01.png    Alteridad