Levantamento de competências pedagógicas necessárias a tutores da educação a distância

André Tenório, Aline dos Santos Teles, Thaís Tenório

Resumen


As competências pedagógicas do tutor estão relacionadas aos métodos, posturas e procedimentos necessários ao processo de ensino-aprendizagem. Motivar a aprendizagem, usar uma linguagem clara e amigável, aceitar a heterogeneidade de saberes, estimular a capacidade crítica, avaliar o desenvolvimento e fornecer retorno (feedbacks) das tarefas são habilidades requeridas no ensino a distância. As percepções de dez tutores, de cursos superiores a distância de instituições do Rio de Janeiro (Brasil), sobre as competências pedagógicas foram perscrutadas por meio de questionário. Os pesquisados tinham as competências pedagógicas como vitais à tutoria. Eles aprimoravam-nas pela atualização profissional, sobretudo, por cursos on-line de curto prazo. Todavia, poucos conseguiam manter uma formação contínua. De acordo com os participantes, a mais importante competência pedagógica seria a habilidade de desenvolver a capacidade crítica dos alunos. No entanto, os tutores julgavam-se melhores em motivar a aprendizagem, obter a empatia discente, usar linguagem clara e amigável e fornecer feedbacks de tarefas. Curiosamente, as competências reputadas mais importantes foram apontadas como as que os pesquisados tinham menor domínio. Para eles, avaliar o aprendizado acertadamente seria a competência mais difícil de aplicar. Um motivo seria a necessidade de empregar critérios de correção objetivos, mas, ao mesmo tempo, considerar a subjetividade do aluno, ou seja, o desenvolvimento individual de cada um.
 

Palabras clave


educação a distância; competências pedagógicas; tutor; mediador

Texto completo:

PDF (Português (Portugal))

Referencias


Bardin, L. (1988). Análise de conteúdo. Lisboa: edições 70.

Belloni, M. L. (2009). Educação a distância. Campinas: Autores Associados.

Benetti, K. C., Pacheco, A. S. V., Melo, P. A., Nakayama, M. K., Dalmau, M. L. B., Spanhol, F. J., Tosta, H. T., & Girardi, D. M. (2008). Atuação docente na educação a distância: uma análise das competências requeridas. RENOTE: Revista Novas Tecnologias na Educação, 6, (2). Recuperado de http://seer.ufrgs.br/index.php/renote/article/view/14527/8469.

Bernardino, H. S. (2011). A tutoria na EaD: os papéis, as competências e a relevância do tutor. Revista Paidéi@: Revista científica de educação a distância, 2, (4). Recuperado de http://revistapaideia.unimesvirtual.com.br/index.php?journal=paideia&page=article&op=view&path[]=166&path[]=171.

Bezerra, M. A., & Carvalho, A. B. G. (2011). Tutoria: concepções e práticas na educação a distância. En R. P. Sousa, F. M. C. S. C. Moita, & A. B. G. Carvalho (Eds.), Tecnologias digitais na educação (233-259). Campina Grande: Editora da Universidade Estadual da Paraíba.

Borges, F. V. A., & Souza, E. R. (2012). Competências essenciais ao trabalho tutorial: estudo bibliográfico. I Simpósio internacional de educação a distância [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://sistemas3.sead.ufscar.br/ojs1/index.php/sied/article/view/178/85.

Bortolini, A., Grabin, L. M., Gerhard, L. B. P., & Scherer, M. E. B. (2012). Reflexões sobre o uso das tecnologias digitais da informação e da comunicação no processo educativo. Revista Destaques Acadêmicos, 4, (2).

Brasil. (1996). Lei das diretrizes e bases da educação nacional, nº 9394/96. Brasília: Senado Federal.

Brasil. (1998). Resolução n° 3/98 de 26 de junho de 1998 do Conselho Nacional de Educação. Brasília: Diário Oficial da República Federativa do Brasil.

Brasil. (1999a). Matrizes curriculares de referência para o sistema nacional de avaliação da educação básica (SAEB). Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais.

Brasil. (1999b). Parâmetros Curriculares Nacionais: ensino médio. Brasília: Secretaria da Educação Média e Tecnológica, Ministério da Educação e Cultura.

Brasil. (2002). PCN+ Ensino Médio: orientações educacionais complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais. Ciências da Natureza, Matemática e suas Tecnologias. Brasília: Secretaria de Educação Média e Tecnológica, Ministério da Educação e Cultura.

Brasil. (2007). Referenciais de qualidade para educação superior a distância. Brasília: Secretaria de Educação a Distância, Ministério da Educação e Cultura. Recuperado de http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/legislacao/refead1.pdf.

Deus, A. M., Cunha, D. E. S. L., & Maciel, E. M. (2010). Estudo de caso na pesquisa qualitativa em educação: uma metodologia. VI Encontro de pesquisa em educação da UFPI [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://www.ufpi.br/subsiteFiles/ppged/arquivos/files/VI.encontro.2010/GT.1/GT_01_14.pdf.

Dias, R. A., & Leite, L. S. (2010). Educação a distância: da legislação ao pedagógico. Petrópolis: Vozes.

Fernández, A. (1991). A inteligência aprisionada. Porto Alegre: Artmed.

Flick, U. (2005). Métodos qualitativos na investigação científica. Lisboa: Monitor.

Freire, P. (1996). Pedagogia da autonomia: saberes necessários a prática educativa. São Paulo: Paz e Terra.

Gadotti, M. (1993). Pedagogia: diálogo e conflito. São Paulo: Ática.

García Aretio, L. (2002). La educación a distancia: de la teoría a la práctica. Barcelona: Ariel.

Gentille, P., & Bencini, R. (2000). Construindo competências: entrevista com Philippe Perrenoud da Universidade de Genebra. Revista Nova Escola. Recuperado de http://historiaemconstrucao.asa.pt/_upload/competencias_01_3u75kzrf.pdf.

Gil, A. C. (1999). Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas.

Hackmayer, M. B., & Bohadana, E. (2014). Professor ou tutor: uma linha tênue na docência em EAD. RIED. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, 17, (2), 223-240.

Hill, M. M., & Hill, A. (2005). Investigação por questionário. Lisboa: Edições Silabo.

Kenski, V. M. (2004). Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus.

Luckesi, C. C. (2011). Avaliação da aprendizagem escolar: estudos e proposições. São Paulo: Cortez.

Machado, S. A. (2009). As ferramentas de comunicação em educação a distância: estudo de caso do portal educação. Curitiba: FAE Centro Universitário.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2003). Fundamentos da metodologia científica. São Paulo: Atlas.

Mezzari, A., Tarouco, L. M. R., Avila, B. G., Machado, G. R., Favero, R. V. M., & Bulegon, A. M. (2013). Estratégias para detecção precoce de propensão à evasão. RIED. Revista Iberoamericana de Educación a Distancia, 16, (2), 147-175.

Moore, M. G. (2002). Teoria da distância transacional. Revista brasileira de aprendizagem aberta e a distância, 1-23. Recuperado de http://www.abed.org.br/revistacientifica/Revista_PDF_Doc/2002_Teoria_Distancia_Transacional_Michael_Moore.pdf.

Moran, J. M., Masetto, M. T., & Behrens, M. (2010). Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus Editora.

Nobre, C. V., & Melo, K. S. (2011). Convergência das competências essenciais do mediador pedagógico da EaD. VIII Congresso brasileiro de ensino superior a distância [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://www.wr3ead.com.br/ENPED%202012/texto_base_etapa_2%20%282%29.pdf.

Palloff, R. M., e Pratt, K. (2002). Construindo comunidades de aprendizagem no ciberespaço: estratégias eficientes para a sala de aula on-line. Porto Alegre: Artmed.

Perrenoud, P. (2004). Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artmed.

Ramos, M. S. (2013). Qualidade da tutoria e a formação do tutor: os efeitos desses aspectos em cursos a distância. Congresso de ensino superior a distância [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://www. aedi.ufpa.br/esud/trabalhos/poster/AT1/112988.pdf.

Ricardo, E. C., & Zylbersztajn, A. (2008). Os parâmetros curriculares nacionais para as ciências do ensino médio: uma análise a partir da visão de seus elaboradores. Investigações em Ensino de Ciências, 13, (3), 257-274.

Santos, L., & Oliveira, E. S. G. (2013). Tutoria em educação a distância: didática e competências do novo fazer pedagógico. Revista diálogo educacional, 13, (38), 203 223.

Spressola, N. A. (2010). Instrumento para avaliar as competências no trabalho de tutoria na modalidade EaD. São Paulo: Universidade de São Paulo.

Souza, C. A., Spanhol, F. J., Limas, J. C. O., & Cassol, M. P. (2004). Tutoria na educação a distância. XI Congresso internacional de educação a distância [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://www.abed.org.br/congresso2004/por/htm/088-TC-C2.htm.

Tecchio, E. L., Moretto, S. M., Dalmau, M. B. L., Nunes, T. S., & Melo, P. A. (2008). Competências fundamentais ao tutor. Congresso da associação brasileira de educação a distância [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://www.abed.org.br/congresso2008/tc/5112008102029pm.pdf.

Teixeira, N., Sales, N. A., Tenório, T., & Tenório, A. (2015). As competências socioafetivas aceitação e honradez segundo a percepção de tutores a distância. RIED. Revista Iberoamericana de educación a Distancia, 18, (1), 129-149.

Tenório, A., Ferreira, R. S. L., Almeida, M. C. R., Zucon, L. H., & Tenório, T. (2014). Ferramentas da educação a distância: a visão do tutor. EAD em Foco: Revista Científica em Educação a Distância, 4, (1), 48-60.

Tenório, A., Souto, E. V., & Tenório, T. (2014). Percepções sobre a competência socioafetiva de cordialidade e a humanização da tutoria a distância. EAD em Foco: Rrevista Científica em Educação a Distância, 4, (1), 36-47.

Terçariol, A. A. L., Gitahy, R. R. C., & Ricieri, M. (2015). Educação a distância e tutoria: uma análise a partir das interações do tutor com o professor-formador e com o professor-cursista. RIED. Revista Iberoamericana de educación a Distancia, 18, (1), 257-275.

Tractenberg, L., & Tractenberg, R. (2007). Seis competências essenciais da docência online independente. XXII Congresso internacional de educação a distância [Anais eletrônicos]. Recuperado de http://www.abed.org.br/congresso2007/tc/552007113218pm.pdf.

Villardi, R., & Oliveira, E. G. (2005). Tecnologia na educação. Uma perspectiva sócio-interacionista. Rio de Janeiro: Dunya.

Vygotsky, L. S. (2007). A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. São Paulo: Martins Fontes.

Yin, R. K. (2005). Estudos de caso: planejamento e métodos. Porto Alegre: Bookman.

Weiss, M. L. L. (2008). Psicopedagogia clínica: uma visão diagnóstica dos problemas de aprendizagem escolar. Rio de Janeiro: Lamparina.




DOI: https://doi.org/10.5944/ried.19.1.13842

Enlaces refback

  • No hay ningún enlace refback.




RIED. Revista Iboeroamericana de Educación a Distancia
(La Revista Iberoamericana de la Educación Digital)

 
Director/Editor : Lorenzo García Aretio
UNED, Facultad de Educación
C/ Juan del Rosal, 14
28040 Madrid (Spain).
ried@edu.uned.es 
ISSN :1138-2783
E-ISSN : 1390-3306
Depósito Legal : M- 36.279 -1997
Edita: Asociación Iberoamericana de Educación Superior a Distancia (AIESAD
)    

Reconocimiento NoComercial (by-nc): Se permite la generación de obras derivadas siempre que no se haga un uso comercial. Tampoco se puede utilizar la obra original con finalidades comerciales.
SÍGUENOS EN:

https://2.bp.blogspot.com/-wtzwURZeg6I/V_y8vM5DmdI/AAAAAAABKKQ/y_fW6U2dW3cOLG6z-tUwJ9u1Pwt9ltXHACLcB/s320/blogger_b_logo.jpg   https://4.bp.blogspot.com/-Q3lAzaCezXA/V_TZ0BTuIkI/AAAAAAABKF4/wP8QRQVCPiQnk0sE7nEDnZHY5F03AOjbgCLcB/s200/twitrer_120%2B%25281%2529.jpg  https://4.bp.blogspot.com/-4So1RLxqN7Q/VHMWABdXX9I/AAAAAAAAb4E/mV00Ac5Gm-Q/s1600/fb_icon_325x325.png    https://1.bp.blogspot.com/-S7ecZmnt3os/Vzmf77J7EfI/AAAAAAABEYc/g3MJ_0z_noUtAiLS7MRRHXgzOkGbZbfUACLcB/s200/scholar_logo_lg_2011.gif 
 

Colaboran con RIED:

https://2.bp.blogspot.com/-VKcDNIR3Sqk/V_aPanb6P0I/AAAAAAABKIA/XSdUeendX2wJ_afKOCIIkxkZjW0ZnT0vACLcB/s320/logoCUED.jpg       https://3.bp.blogspot.com/-wxw5W-VCRGA/WAnp69yeyuI/AAAAAAABKgo/LHi490KturcyZQE7KnlK2ZT9taWEUXkgQCLcB/s320/logo-AM2.01.png